Compilação do Kernel

Genérico/Vanilla

Antes de compilar o novo kernel, é necessário instalar as seguintes dependências:

  • build-essential
  • libncurses-dev
  • bison
  • flex
  • libelf-dev
  • libssl-dev

De seguida:

  • Entrar no directório descompactado do Kernel
 cd linux-4.17.12


  • Limpar a pasta do código fonte de todas as configurações e objectos já construídos.
 make mrproper


Nota: Este comando ao ser executado depois de se fazer alguma modificação no kernel, vai apagar tudo o que foi modificado, voltando a colocar o estado inicial.

  • Entrar no menu de configuração do Kernel.
 make menuconfig


Nota: Neste passo, cada um deve retirar o que achar desnecessário para o kernel que está a construir, ou adicionar. No final, será criado um ficheiro .config com todas as modificações.

  • Compilar o novo Kernel.
 make

ou

 make -j4 (em que o 4 corresponde ao número de núcleos que o processador possui)

ou

 time make -j4 (onde o time vai permitir contabilizar o tempo que demora a executar o comando)
  • Verificar tamanho do novo Kernel
 ls -l arch/x86/boot


Verificar o tamanho do ficheiro bzImage.

Nota: O Kernel original, depois de compilado, tinha +/- 8,4MB. Em algumas experiências, foi possível reduzir o tamanho do Kernel para +/- 5,7MB.

Gentoo

Ubuntu

CentOS