MACVLAN em LXC

Fonte: TecPorto
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Há duas formas de usar MACVLAN com LXC. Uma das formas não permite (pelo menos directamente) comunicação entre a máquina host e os containers, mas é mais simples de configurar.

Método simples

Este método é muito simples de deixar a funcionar mas, sem trabalho adicional, não permite que os containers comuniquem com a máquina host. Basta configurar o perfil aplicável (neste exemplo o default) para usar o método macvlan mas aplicado ao interface físico envolvido na bridge (por exemplo, o enp6s0). Usando o comando lxc profile edit default pode-se adaptar a configuração:

 devices:
   eth0:
     nictype: macvlan
     parent: enp6s0
     type: nic

Neste exemplo, o eth0 refere-se ao interface virtual visto pelo container e o enp6s0 é o interface físico da máquina host.

Método avançado

Importante

O pacote NetPlan, usado por padrão pelo Ubuntu Server, ainda não suporta MACVLAN nativamente. O seguinte "remendo" poderá ajudar:

Primeiro passo, criar o script /etc/networkd-dispatcher/routable.d/10-macvlan-interfaces.sh com o seguinte conteúdo:

 #! /bin/bash
 ip link add macvlan0 link eth0 type macvlan mode bridge

Segundo passo, criar um ficheiro de configuração para o NetPlan, com o nome /etc/netplan/macvlan.yaml (nome apenas de exemplo)

 network:
     version: 2
     renderer: networkd
     ethernets:
         macvlan0:
             addresses:
                 - 192.168.1.6/32
             routes:
                 - to: 192.168.1.2/31
                   via: 192.168.1.6
                   metric: 100
                 - to: 192.168.1.4/31
                   via: 192.168.1.6
                   metric: 100

Nota: as rotas e gamas de endereços IP devem ser adaptados ao caso de uso.

Terceiro passo, corrigir as permissões do script:

 $ chmod o+x,g+x,u+x /etc/networkd-dispatcher/routable.d/10-macvlan-interfaces.sh

Por fim, aplicar as alterações:

 $ netplan apply